quinta-feira, 31 de maio de 2012

Livros que dão Filmes

Estreia hoje nas salas de cinema portuguesas mais um filme baseado num grande livro, Cosmopolis. A partir de um romance de Don DeLillo, David Cronenberg realiza um filme que conta com interpretações de actores bem conhecidos, como Robert Pattinson, Paul Giamatti, Juliette Binoche. 

Edição/reimpressão: 2004
Páginas: 216
Editor: Relógio D` Água
ISBN: 9789896412951
PVP: 13,12€
 
Sinopse
Décimo terceiro romance do escritor italo-americano Don DeLillo, "Cosmópolis" passa-se num único dia (tal como o "Ulisses" de Joyce) de Abril de 2000, antes da subida do iene e da queda dos florescentes mercados financeiros dos anos 90. Eric Packer é um multimilionário que enriqueceu com a bolsa, tem 28 anos, e decide sair da sua rica mansão e tomar a limusine para ir cortar o cabelo, pelo que tem de atravessar Manhattan. Esta travessia (há um grande engarrafamento, está claro) torna-se uma viagem vertical, um autêntico desfile de figuras e acontecimentos bizarros, paisagem da moderna alma ocidental de fim de século.
 
Trailer do Filme 
 

Julgamento Mortal de J. D. Robb - Edições Chá das Cinco Novidade

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 336
Editor: Edições Chá das Cinco
ISBN: 9789897100345
Coleção: Série Mortal
PVP:  17,80€
Disponível a partir de 01-06-2012 
 
Sinopse
No clube noturno Purgatório, a tenente Eve Dallas descobre o corpo brutalmente assassinado de um colega polícia. Pouco depois, outro polícia é encontrado morto. Descobre-se que ambos os homens tinham uma ligação ao criminoso Max Ricker. Mas à medida que Eve aprofunda a investigação, expõe um caso de crime e corrupção policial que coloca a sua carreira em perigo.
Para tornar as coisas piores, o clube Purgatório pertence ao seu marido milionário Roarke, um antigo sócio do criminoso Ricker. Inevitavelmente, as vidas pessoais e profissionais de Roarke e Eve acabam por se misturar, causando ainda mais confrontos num casamento já de si tempestuoso. Conseguirá Eve salvar a sua vida, reputação e, acima de tudo, o seu casamento?
 
 
J. D. Robb, com mais de 160 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, e mais de 60 bestsellers na lista do New York Times, J. D. ROBB (pseudónimo de Nora Roberts) é uma das autoras mais lidas, acarinhadas e respeitadas do mundo. Foi a primeira autora a ser convidada para o Romance Writers of America Hall of Fame. Nascida em Silver Spring, Maryland, Nora Roberts é a mais nova de cinco filhos. Vive em Keedysville onde continua a escrever.

Antes de Adormecer adaptado ao cinema pela produtora de Ridley Scott


O novo livro de Camilla Lackberg sai em Julho!


quarta-feira, 30 de maio de 2012

Oito Noites Brancas de André Aciman - Matéria Prima Divulgação


Mercado do Livro de Leiria - 30 maio a 3 de junho

De 30 de maio a 3 de junho, o Pátio do Mercado de Sant`Ana, em Leiria, recebe o Mercado do Livro, uma iniciativa inédita, que vai juntar no mesmo espaço atividades complementares, como animação infantil, gastronomia regional, sessões de autógrafos com autores, apresentações de livros, música, workshops e uma exposição.


terça-feira, 29 de maio de 2012

O Escritor-fantasma de Zoran Zivkovic - Cavalo de Ferro Novidade

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 144
Editor: Cavalo de Ferro
ISBN: 9789896231651
PVP: 14,00€
Disponível a partir de 31-05-2012 
 
Sinopse
Um escritor, em plena crise de inspiração, senta-se à sua secretária para dar início a mais um dia de trabalho. A sua única companhia é Félix, o seu gato, cujas constantes exigências lhe tornam a vida bastante complicada. Mas, nessa manhã, defronte ao computador, um outro acontecimento contribui para perturbar a sua tranquilidade. Na sua caixa de correio electrónico encontra uma proposta feita por um admirador secreto, que pretende que o escritor lhe ceda a autoria do seu novo romance. Entretanto, outras mensagens começam a chegar-lhe, provenientes de outros quatro correspondentes anónimos. Todas elas com pedidos igualmente intrigantes. À medida que vai aumentando o ritmo dos e-mails trocados, vai-se adensando o mistério à volta da identidade e das verdadeiras intenções de todos eles. Tudo isto sob o olhar indiferente e entediado de Félix. O leitor deste livro é convidado, através das pistas que o autor vai deixando, a montar o puzzle e a descobrir a solução final para a história. Zoran Zivkovic, neste seu novo e divertido - por vezes hilariante - romance, revela as singularidades do mundo da escrita e dos escritores, conseguindo mais uma vez captar a atenção do leitor da primeira à última página.
 
Zoran Zivkovic nasceu em Belgrado, ex-Jugoslávia, em 1948. Em 1973 graduou-se pela Faculdade de Filologia da Universidade de Belgrado, e em 1982 completou o seu doutoramento em Teoria da Literatura. Vive em Belgrado, actualmente República da Sérvia-Montenegro, com a sua esposa Mia, os seus dois filhos Uros e Andreja e os seus três gatos.
É autor de três romances e nove volumes de contos, bem como de vários volumes de ensaios sobre a literatura fantástica. As obras de Zivkovic encontram-se traduzidas em mais de 12 línguas e granjearam-lhe variadíssimos prémios, entre os quais se destacam, mais recentemente, o prestigiado World Fantasy Award e um short-list para o prémio IMPAC. 

Outros livros do escritor



Nunca Digas Adeus de Lesley Pearse - ASA Novidade

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 432
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892319421
PVP: 16,90€
Disponível a partir de 11-06-2012
 
Sinopse
Num chuvoso dia de outono, Susan Wright entrou numa clínica, matou duas pessoas a sangue-frio e aguardou que a polícia chegasse. Terá sido um ato de loucura? Uma vingança planeada? Susan não parece interessada em defender-se e recusa falar. O seu silêncio estende-se a Beth Powell, a advogada a quem é atribuído o caso. Beth é uma mulher de sucesso com uma carreira brilhante mas nada a preparara para o momento em que identifica a autora daquele crime tão bárbaro. Quando eram crianças, Beth e Susan juraram ser amigas para sempre. Vinte e nove anos depois, mal se reconhecem. Mas as memórias dos verões felizes das suas infâncias são suficientemente poderosas para as unir de novo. Enquanto as provas contra Susan se acumulam, elas partilham recordações e revelam os segredos que ditaram o rumo das suas vidas.
A amizade entre as duas mulheres torna-se cada vez mais forte mas sobre uma delas pende a implacável mão do destino…
 
Lesley Pearse, uma das escritoras preferidas do público português, é autora de uma vasta obra já traduzida para mais de trinta línguas, tendo vendido cerca de três milhões de exemplares. A própria vida da escritora é uma grande fonte de material para os seus romances, quer esteja a escrever sobre a dor do primeiro amor, crianças indesejadas e maltratadas, adopção, rejeição, pobreza ou vingança, uma vez que conheceu tudo isto em primeira mão. Ela é uma lutadora, e a estabilidade e sucesso que atingiu na sua vida deve-os à escrita. Com o apoio da editora Penguin, criou o Women of Courage Award para distinguir mulheres comuns dotadas de uma coragem extraordinária. Para além de Segue o Coração. Nunca Olhes para Trás, na ASA estão já publicados com grande sucesso os seus romances Nunca Me Esqueças e Procuro-te
 
Outros livros da escritora
 
 
 
 
 
 

A Cidade Impura de Andrew Miller - Editorial Presença Novidade

Edição/reimpressão:
Páginas: 344
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722348393
PVP: 16,60€
Disponível a partir de 05-06-2012
 
Sinopse
A Cidade Impura é um romance contemporâneo britânico, publicado em 2011, que venceu o aclamado Costa Book of the Year Award relativo a esse mesmo ano, prémio inglês para escritores residentes no Reino Unido e Irlanda, também atribuído a J.K. Rowling, em 1999. 
Os tempos são os que antecedem a Revolução Francesa, o local é Paris. Jean-Baptiste Baratte é um jovem engenheiro que chegou da Normandia, chamado a Versailles pelo ministro do rei, que pretende contratá-lo para um trabalho: planificar e executar a demolição do cemitério e igreja de Les Innocents, vizinhos do mercado de Les Halles, em Paris. O cemitério tem sido usado ao longo dos anos mas recentemente começou a alastrar para a zona residencial em volta, que começou a ser invadida por um cheiro desagradável. A Cidade Impura ergue-se contra todas as adversidades, fura por entre os poucos raios de luz, emerge do caos e explode como uma obra de uma enorme beleza, fabricada a partir de uma matéria putrefacta e mórbida.
No top 100 da amazon inglesa e com direitos vendidos para a Alemanha, Itália, Grécia, Taiwan, Noruega e Brasil, A Cidade Impura foi recentemente nomeado para o Southbank Award 2012 e reúne quase na totalidade a pontuação máxima do ranking de críticas da amazon. Já comparado a O Perfume pelo Daily Express, dizem ainda alguns críticos que A Cidade Impura tem muito poucas imperfeições. 
 
 
Críticas de imprensa
«Intensamente atmosférica, embora o tema possa parecer macabro, esta eloquente obra de Miller, transborda de vitalidade e cor. A abundância de detalhes pessoais e físicos evoca Paris do século XVIII com uma surpreendente proximidade. E acima de tudo, o autor domina essa rara subtileza de levar o leitor a interessar-se por uma personagem que à partida não inspira simpatia. Se gostou de O Perfume de Patrick Süskind, vai adorar este romance.»  Daily Express

«Um dos aspetos mais brilhantes da escrita de Miller é a sua discreta capacidade de questionar, apenas pelo estilo, a nostalgia da vida tanto sob o domínio dos Bourbons como em plena destruição criativa da Revolução... Ele possui uma intuição incomparável para criar penetrantes analogias, nunca exorbitadas, que apenas geram uma sugestiva agitação... Do princípio até ao fim, a sua escrita é sempre cristalina, espontânea, acutilante e inteligente. Podemos chamar-lhe pura.» Jonathan Beckman, Literary Review 
 
 

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Perfect Library!


Crueldade a Nu de Colleen McCullough - Bertrand Editora Novidade

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 373
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722524360
PVP: 17,70€
 
Sinopse
Carmine Delmonico regressa em mais um thriller de leitura compulsiva. Em 1968, a América é um país em convulsão e o subúrbio de Carew está a ser aterrorizado por uma série de violações sistemáticas. Quando uma vítima arranja finalmente a coragem para falar e se dirige à polícia, o violador passa a matar as vítimas seguintes. Para Carmine, parece ser um caso sem nenhumas pistas. Além de que o departamento de polícia de Holloman está com problemas. Enquanto o assassino traça os seus planos, Carmine e a sua equipa têm de usar todos os recursos ao seu dispor para conseguirem desvendar este caso.
 
Colleen McCullough de origem Australiana, começou sua carreira literária com a publicação de "Tim", seguido de "Pássaros Feridos", um best-seller internacional que bateu todos os recordes.
A história de Roma Antiga é retratada de uma forma excepcional ao longo dos seis volumes que compõem a obra "O Primeiro Homem de Roma".
Colleen McCullough é hoje uma das 100 pessoas designadas como Tesouros Nacionais Vivos da Austrália.
Actualmente vive com o marido na Ilha de Norfolk, no Pacífico Sul. 
 

Já vos aconteceu?


Feira do Livro de Coimbra 25 de maio a 3 de junho - Parque Verde do Mondego


HORÁRIO
segunda a quinta-feira | 16h00 - 23h00
sexta-feira e sábado | 15h00 - 24h00
domingo | 15h00 - 23h00
1 e 2 de junho: 10h00 - 13h00 e 15h00 - 24h00

A Feira do Livro de Coimbra tem por objetivo promover e divulgar o livro, privilegiando as editoras independentes e os editores livreiros que promovem a publicação de autores portugueses, nas mais distintas áreas, da poesia ao ensaio, da ficção ao teatro, do livro prático à obra de referência e científica. Ao mesmo tempo, pretende-se incentivar o público para renovados hábitos de leitura em suporte de papel e aumentar os níveis de literacia na população em geral. A ligação do livro, da escrita e da leitura ao universo infantil e juvenil será igualmente privilegiada, quer pelos participantes, quer pelo programa de animação e iniciativas previstas. A par da atividade comercial própria da Feira do Livro, realiza-se um programa cultural, associado ao evento, no sentido de uma maior projeção e participação por parte do público a nível concelhio, distrital e nacional.  (Informação retirada do site da Câmara Municipal de Coimbra) 


quinta-feira, 24 de maio de 2012

O Signo dos Quatro de Arthur Conan Doyle - 11x17 Amanhã nas Livrarias

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 168
Editor: 11 X 17
ISBN: 9789722524520
Coleção: 11X17
PVP:  6,00€
Disponível a partir de 25-05-2012 
 
Sinopse
Nesta nova aventura de Sherlock Holmes, Mary Morston, uma jovem governanta, recorre aos serviços do detetive para tentar descobrir o que aconteceu ao seu pai, que alguns anos antes desaparecera sem deixar rasto após ter regressado da Índia. Estaria o seu desaparecimento relacionado com as valiosíssimas pérolas raras que um remetente desconhecido enviava anualmente à jovem Mary, uma de cada vez? Depressa Holmes e o seu fiel companheiro, o doutor Watson, veem-se a braços com um caso de contornos bizarros envolvendo um terrível assassinato e um fabuloso tesouro perdido. E o que significa «o signo dos quatro», a estranha inscrição encontrada junto do cadáver? Terá Sherlock Holmes encontrado por fim um inimigo capaz de o suplantar? Os acontecimentos sucedem-se a um ritmo vertiginoso, e o detetive vê-se forçado a embarcar numa corrida contra o tempo para capturar o criminoso antes que este desapareça para sempre.
 
Arthur Conan Doyle, médico e escritor escocês, nasceu a 22 de maio de 1859, em Edimburgo, e faleceu a 7 de julho de 1930. Notável contador de histórias, que concebia com grande poder imaginativo, tornou-se extremamente popular a partir da publicação da primeira aventura do detetive Sherlock Holmes, em 1887. Seguiram-se dezenas de histórias com Holmes como protagonista. Para além destas obras, Doyle publicou também narrativas históricas (como The White Company) e de ficção científica (como The Lost World).

Livros que dão Filmes

Estreia hoje nas nossas salas de cinema portuguesas "a comédia inglesa do ano!" A Pesca do Salmão no Iémen é um filme realizado por Lasse Hallström e que conta com actores como Ewan McGregor (Dr. Alfred Jones) e Emily Blunt (Harriet). Baseado na primeira e premiada obra de Paul Torday com o mesmo nome, este é sem dúvida um filme que vão querer assistir e um livro que ansiarão ler.


Sinopse
O Dr. Alfred Jones tem muitas razões para estar feliz. O seu último ensaio "Efeitos da crescente acidez da água na larva da mosca-de-água" está destinado a causar sensação nas páginas da Truta & Salmão, o seu emprego como cientista é satisfatório e ele e a mulher acabaram de celebrar o vigésimo aniversário de casamento - o que a levou a oferecer-lhe uma escova de dentes eléctrica. Porque é que ele sente então um enorme vazio? Quando lhe pedem para criar um rio com salmões no Iémen, Alfred fica chocado com o absurdo da ideia e rejeita-a imediatamente. Contudo, o projecto desperta a atenção de vários políticos britânicos, que acreditam poder desviar as atenções da comunicação social das habituais e inconvenientes notícias vindas do Médio Oriente. O cientista vai, pois, ter de abandonar a sua vida pacata, encontrar uma forma de meter dez mil salmões num avião e convencê-los a nadar numa paisagem desértica… Obsessivamente organizado e racional, Alfred vê os alicerces da sua existência serem abalados por duas pessoas: o xeque Muhammad, que esteve na origem do projecto, e a bela Harriet, cujo entusiasmo tem nele um profundo - e nem sempre conveniente - efeito. Uma coisa é certa: os salmões vão mudar a sua vida, bem como o curso da história política, para sempre.

Trailer do Filme

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Lisboa de Neill Lochery - Editorial Presença Novidade

 
Nº na Coleção: 35
Data 1ª Edição: 22/05/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4829-4
Nº de Páginas: 328
PVP: 17,90 €

Sinopse
Lisboa foi, durante a Segunda Guerra Mundial, o centro da espionagem e da intriga internacionais, e a única cidade europeia onde Aliados e potências do Eixo operavam à luz do dia e se vigiavam mutuamente. Era a Casablanca real, com todos os ingredientes de uma glamorosa intriga ficcional – manobras de bastidores, traições, um próspero mercado negro, romances tumultuados, espiões de ambos os lados da guerra, refugiados, banqueiros, diplomatas, elementos da realeza europeia exilada e da alta sociedade, escritores e artistas que se cruzavam nos hotéis e cafés do centro da cidade ou da idílica costa do Estoril. Sobre este cenário de filme noir dominam dois protagonistas – Salazar e a destreza política com que joga, no finíssimo fio da navalha, a neutralidade e a soberania portuguesas.

Neill Lochery é doutorado em Ciências Políticas pela Universidade de Durham. É um conceituado especialista em história política de Israel, do Médio Oriente e do Mediterrâneo. Colabora regularmente como comentador na imprensa televisiva internacional e é autor de cinco livros e de inúmeros artigos para jornais e revistas. Atualmente é responsável pela cadeira de Política Israelita na UCL (University College London) e divide o seu tempo entre Londres, Lisboa e o Médio Oriente.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

O Tesourinho, uma nova vida de Maria João e Sandra Novais Novidade


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 152
Editor: Alphabetum Editora
ISBN: 9789899674080
PVP: 15,00€
Disponível a partir de 22-05-2012 

Sinopse
Tinha três anos quando a sua vida girou cento e oitenta graus e transitou do abandono para uma família. No dia 06 de Outubro de 2006, O Tesourinho começou a receber visitas daquela que seria a sua nova mãe e não temeu os estigmas da cor e da Síndrome de Down. Rendida ao amor, aceitou um quotidiano de desafios e de lutas em prol da aceitação e da não discriminação. A partir desse dia, mãe e filho tornaram-se inseparáveis. A felicidade é a palavra de ordem que o Tesourinho descobriu na sua nova vida.

Excerto
"O Tesourinho nasceu no dia 06 de Outubro de 2003, às 12h46m, media 51cm e pesava 3.880Kg.
No dia 07 de Outubro de 2003 chegou a confirmação: O Tesourinho é um menino diferente (portador de Trissomia 21)."
"Foi no dia 06 de Outubro que o Tesourinho conheceu uma pessoa que viria a ser muito importante para ele. Era o dia do 3º aniversário e a prenda dele foi muito especial.
Ele recebeu “A Mãe”...
Quem sou eu?
Às vezes não sei.
Sou um menino igual a muitos outros, cor de chocolate, igual a muitos outros, e com Síndrome de Down, igual a muitos outros.
A minha vida mudou quando fiz 3 anos e houve alguém que me quis receber de braços abertos. É verdade, eu sou adoptado, e graças à minha mãe, que não olhou a diferenças, hoje sou feliz."

O poder dos livros


Alex de Pierre Lemaitre - Sextante Editora Novidade

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 320
Editor: Sextante Editora
ISBN: 978-972-0-07166-8
Coleção: SEXTANTE TOP
Idioma: Português
PVP: 16,60€
Disponível a partir de 28-05-2012

Sinopse
Quem conhece verdadeiramente Alex? Ela é bela. Excitante. É por isso que a raptaram e torturaram de forma inimaginável? Quando o comandante da polícia Camille Verhœven descobre por fim o local do sequestro, Alex já tinha desaparecido. Alex, mais inteligente que o seu carrasco. Alex, que não perdoa a ninguém, que nada esquece.
Um thriller gelado que joga com os códigos da loucura assassina, um mecanismo diabólico e imprevisível, onde nos encontramos com o enorme talento de Pierre Lemaître. Alex foi um dos romances finalistas do Grand Prix de la littérature policière 2011. 

sexta-feira, 18 de maio de 2012

The Casual Vacancy de J. K. Rowling - Editorial Presença


As cores da amizade de Lisa Verge Higgins - Porto Editora Novidade

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 304
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04353-5
Idioma: Português
PVP: 15,50€
Disponível a partir de 31-05-2012 

Sinopse
Rachel Braun sempre foi uma inspiração para o grupo de amigas, aquela que vivia a vida ao máximo. Antes de morrer, Rachel escreve uma carta para cada uma das três melhores amigas desafiando-as a enfrentarem os seus maiores medos.
Sarah, uma enfermeira da assistência internacional, terá de cruzar meio mundo até reencontrar o único homem que realmente amou.
Kate, a dona de casa e mãe a tempo inteiro, terá de se confrontar com o medo das alturas; o skydiving será uma revelação para Kate em todos os sentidos.
E Jo, a mulher da sólida carreira no mundo dos media, aquela para quem a maternidade não é tema de conversa, fica com a mais aterrorizadora das tarefas: cuidar da filha de Rachel, a pequena órfã Grace.
Ainda mal acreditando no desaparecimento da amiga, as três mulheres percebem que o legado de Rachel vai permanecer nas suas vidas e que ela jamais morrerá nos seus corações.

Críticas de imprensa
"Cheio de humor, amor e lições de vida, este é um romance inspirador e convicente que nos acompanha muito para além da última página» Elizabeth Noble, autora de Às minhas filhas

"Higgins escreve com graça e humor, lembrando-nos como é importante manter perto de nós aqueles que amamos" Luanne Rice, autora de O verão das nossas vidas e Milagre em Nova Iorque

"Comovente, romântico, divertido acerca da necessidade de os nossos amigos mais próximos nos darem um empurrão no sentido certo quando nos sentimos um bocadinho perdidos." Claire LaZebnik, autora de If You Lived Here, You'd Be Home Now

The Power of Books


quarta-feira, 16 de maio de 2012

O Mendigo e outros contos de Fernando Pessoa - Assírio & Alvim Divulgação

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 144
Editor: Assírio & Alvim
ISBN: 978-972-0-79304-1
Idioma: Português
PVP: 13,00€
 
Sinopse
Estão reunidos neste volume alguns contos de Fernando Pessoa, uma parte apenas da vasta prosa ficcional que o autor nos deixou. Contos filosóficos, ou intelectuais como Pessoa chegou a chamar-lhes, contos paradoxais quando as situações que apresentam contrariam o senso comum, contos em jeito de fábula, com uma moralidade final e ainda outros. Todos eles parte integrante do universo pessoano. Há diálogos filosóficos com enigmáticos mestres que assumem diferentes rostos de conto para conto — o mendigo, o eremita, o bêbado - transmitindo as suas máximas a quem os encontra no caminho. Um caminho iniciático até uma diferente dimensão, percorrido pelo peregrino do conto com o mesmo nome, que segue a estrada até ao fim impelido pelas palavras de um homem de preto. Outro tipo de diálogo é aquele que se desenvolve entre o marinheiro e quem o encontra, de madrugada, no Cais das Colunas, local de onde se avista uma outra margem. Estas narrativas, até aqui inéditas ou pouco conhecidas, irão surpreender os leitores de Fernando Pessoa.
 
Fernando Pessoa,  um dos maiores génios poéticos de toda a nossa Literatura e um dos poucos escritores portugueses mundialmente conhecidos. A sua poesia acabou por ser decisiva na evolução de toda a produção poética portuguesa do século XX. Se nele é ainda notória a herança simbolista, Pessoa foi mais longe, não só quanto à criação (e invenção) de novas tentativas artísticas e literárias, mas também no que respeita ao esforço de teorização e de crítica literária. É um poeta universal, na medida em que nos foi dando, mesmo com contradições, uma visão simultaneamente múltipla e unitária da Vida. É precisamente nesta tentativa de olhar o mundo duma forma múltipla (com um forte substrato de filosofia racionalista e mesmo de influência oriental) que reside uma explicação plausível para ter criado os célebres heterónimos - Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Ricardo Reis, sem contarmos ainda com o semi-heterónimo Bernardo Soares. 
 
Outros livros do escritor

terça-feira, 15 de maio de 2012

Sapatos Italianos de Henning Mankell - Editorial Presença [Novidade]

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 288
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722348324
PVP: 16,50€
Disponível a partir de 22-05-2012 

Sinopse
Fredrik Welin passou os últimos doze anos da sua vida numa ilha do Báltico rodeada de gelo, tendo como única companhia o seu cão e a sua gata, e como única visita o carteiro. Um dia, vê uma figura aproximar-se e percebe que nada voltará a ser o mesmo. A pessoa que vem perturbar o seu exílio autoimposto é Harriet, a mulher que ele abandonou sem qualquer explicação há quase quarenta anos. Harriet diz vir obrigá-lo a honrar uma promessa que ele lhe fizera, mas Fredrik está prestes a descobrir que o seu reaparecimento esconde outra surpresa...

Henning Mankell nasceu em Estocolmo, no ano de 1948. Durante muito tempo foi dramaturgo e director de teatro. Actualmente é o Director do Teatro Avenida em Maputo, Moçambique. Desde 1990 que consagrou a sua obra literária aos policiais encabeçados por Kurt Wallander, tendo, até ao momento, uma série de oito livros publicados. Em Kurt Wallander, Henning Mankell procurou recriar um policia "à moda antiga" que tenta, a todo o custo, lutar contra uma Suécia moderna em que imperam ideias racistas e de extrema violência. Através de uma mistura única entre o Noir americano e a melancolia existencial comum aos europeus, Mankell descreve um mundo onde o crime é solucionado através de inspiração pura ou por simples trabalho enfadonho, e onde o espectro da nossa própria mortalidade é uma condição intrínseca e incontornável para cada um de nós. 

Outros livros do escritor




domingo, 13 de maio de 2012

O Tempo dos Amores Perfeitos [A minha Opinião]


Este é o segundo livro que leio do escritor Tiago Rebelo. O primeiro que li foi Romance em Amesterdão. (Podem ler a minha opinião aqui.)
Uma narrativa que se passa em finais do século XIX e que nos traça um retrato da já fragilizada monarquia portuguesa e das dificuldades sentidas pelos militares em manter o poder na colónia angolana.
É uma história que se passa no coração de Angola e que nos dá a conhecer Carlos e Leonor, duas personagens pelas quais simpatizamos logo às primeiras páginas.
Gostei particularmente das descrições das belas paisagens angolanas e dos perigos por ela escondidos, dos usos e costumes das suas gentes. Ao ler estas passagens senti que lá estava.
Durante a narrativa, senti dificuldade na leitura de palavras e expressões angolanas, que dizem respeito a nomes de terras, pessoas, tribos e costumes. Outra dificuldade foi na compreensão de estratégias militares e as armas utilizadas para a subjugação das tribos. Apesar destes factores, não senti que impossibilitassem a compreensão da história narrada.
Um aspecto que vale a pena realçar é todo o trabalho de pesquisa feito pelo escritor, para dar ao leitor um retrato fiel de Angola em finais do século XIX.
As personagens apresentadas são credíveis, a linguagem em algumas passagens é quase poética, os capítulos são pequenos o que ajuda no avançar da narrativa.
No global é um livro que vale a pena ler pelos acontecimentos históricos narrados, pelas descrições das bonitas paisagens angolanas, pela bonita história de amor e pelo retrato da sociedade naquela época.
Uma leitura que aconselho a quem gosta da nossa história portuguesa!
Boas leituras

Pungo N'dongo - Pedras Altas

Quedas de Calandula




Literatura em Inglês - Kill Alex Cross de James Patterson

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 512
Editor: CORNERSTONE
ISBN: 9780099550044
Idioma: Inglês
Disponível a partir de 24-05-2012 

Sinopse
Detective Alex Cross is one of the first on the scene of the biggest case he's ever been part of. The President's son and daughter have been abducted from their school - an impossible crime, but somehow the kidnapper has done it. Alex does everything he can but is shunted to the fringes of the investigation.

James Patterson é indiscutivelmente um dos grandes nomes do thriller, sendo mesmo o mais popular neste género em todo o mundo, com mais de 150 milhões de exemplares vendidos, traduzidos em 49 línguas. 
Patterson publicou a sua primeira obra em 1976 e é autor de um impressionante número de bestsellers. Entre outros prémios, foi distinguido com o Edgar Award, a distinção mais importante do mundo atribuída a este género de romance. 
A série O Clube das Investigadoras, anuncia-se como uma das mais vendidas na última década nos Estados Unidos. Foi adaptada à televisão pela ABC, em 2007. Em Portugal, os episódios da série são exibidos pelo canal por cabo Fox Life. 
Patterson vive na Florida com a família.

Outros livros do escritor





sexta-feira, 11 de maio de 2012

O Tribunal das Almas de Donato Carrisi - Porto Editora [Novidade]

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 424
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04394-8
Idioma: Português
PVP: 16,60€
Disponível a partir de 24-05-2012 

Sinopse
Estava à tua procura. Encontrei-te.
És a pessoa certa...
Agora, mata!

Marcus é um homem sem passado. A sua especialidade: analisar as cenas de crime para reconhecer o Mal nos pequenos detalhes e solucionar homicídios aparentemente perfeitos. Há um ano, foi gravemente ferido e perdeu a memória. Hoje, é o único que poderá salvar uma jovem desaparecida.
Este peculiar investigador enfrenta, porém, um desafio ainda maior: alguém está a usar o arquivo criminal da Igreja para revelar a verdade sobre crimes nunca oficialmente resolvidos. Assassinos são colocados perante os familiares das vítimas. Será, passado tanto tempo, saciado o desejo de vingança? Passarão os inocentes a culpados? Ou será, finalmente, feita justiça?

Críticas de imprensa
"Um thriller de estrutura complexa mas perfeita, cuja narrativa se move com sucesso entre diferentes pontos de vista e períodos de tempo." Corriere della sera

"Um novo bestseller capaz de atrair e hipnotizar até quem não gosta de ler thrillers." Il Quotidiano

"Um livro que fala do mal que é capaz de corromper mesmo os mais insuspeitos." Vanity Fair

Donato Carrisi nasceu em 1973 em Martina Franca (Itália).
Licenciado em Direito, especializou-se depois em Criminologia e Ciências do Comportamento, com uma tese sobre um dos mais terríveis serial killers italianos, o “Monstro de Foligno”.
Dedica-se desde 1999 à carreira de argumentista de cinema e televisão, tendo sido co-autor de algumas séries e filmes premiados. Sopro do Mal é o seu primeiro livro.

Outro livro do escritor




quinta-feira, 10 de maio de 2012

Livros que dão Filmes

Estreia hoje nas salas de cinema portuguesas mais um filme, inspirado num fabuloso livro. Estou a falar-vos do livro "O Monte dos Vendavais" da Emily Brontë. Este foi o primeiro romance da escritora e foi publicado em 1847, sob o pseudónimo masculino Ellis Bell. Surge agora uma nova adaptação cinematográfica ao livro a cargo da britânica Andrea Arnold. Em Portugal o livro foi editado por varias editoras, Editorial PresençaGAILIVROEuropa AméricaRelógio D'Água.
Este será sem dúvida um filme a não perder e uma leitura obrigatória.


Sinopse
"O Monte dos Vendavais" é uma das grandes obras-primas da literatura inglesa. Único romance escrito por Emily Brontë, é a narrativa poderosa e tragicamente bela da paixão de Heathcliff e Catherine Earnshaw, de um amor tempestuoso e quase demoníaco que acabará por afectar as vidas de todos aqueles que os rodeiam como uma maldição. Adoptado em criança pelo patriarca da família Earnshaw, o senhor do Monte dos Vendavais, Heathcliff é ostracizado por Hindley, o filho legítimo, e levado a acreditar que Catherine, a irmã dele, não corresponde à intensidade dos seus sentimentos. Abandona assim o Monte dos Vendavais para regressar anos mais tarde disposto a levar a cabo a mais tenebrosa vingança. Magistral na construção da trama narrativa, na singularidade e força das personagens, na grandeza poética da sua visão, nodoso e agreste como a raiz da urze que cobre as charnecas de Yorkshire, "O Monte dos Vendavais" reveste-se da intemporalidade inerente à grande literatura.

Trailer do filme


quarta-feira, 9 de maio de 2012

Portugueses no Holocausto de Esther Mucznik - Esfera dos Livros [Novidade]

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 328
Editor: A Esfera dos Livros
ISBN: 9789896263737
PVP: 22,50€
Disponível a partir de 11-05-2012 

Sinopse
Baruch Leão Lopes de Laguna, um dos grandes pintores da escola holandesa do século XIX, judeu de origem portuguesa, morreu em 1943 no campo de concentração de Auschwitz. Não foi o único, com ele desapareceram 4 mil judeus de origem portuguesa na Holanda, que acabaram nas câmaras de gás. No memorial do campo de Bergen-Belsen consta o nome de 21 portugueses deportados de Salónica, entre estes Porper Colomar e Richard Lopes que não sobreviveram. Em França, José Brito Mendes arrisca a sua vida, escondendo a pequena Cecile, cujos pais judeus são deportados para os campos da morte.
Uma história de coragem e humanismo no meio da atrocidade. Em Viena, a infanta Maria Adelaide de Bragança também não ficou indiferente ao sofrimento, e não hesitou em ajudar a resistência nomeadamente no cuidado dos feridos, no transporte de armas e mantimentos, tendo sido presa pela Gestapo. Esther Mucznik traz-nos um livro absolutamente original, baseado numa investigação profunda e cuidada em que nos conta a história que faltava contar sobre a posição de Portugal durante a Segunda Guerra Mundial.

Esther Mucznik viveu em Israel e em Paris onde estudou, respetivamente, Língua e Cultura Hebraicas e Sociologia na Sorbonne. É membro da direção da Comunidade Israelita de Lisboa (CIL) e sua vice-presidente desde 2000. Fundadora da Associação Portuguesa de Estudos Judaicos e membro dos seus corpos dirigentes, é ainda redatora da Revista de Estudos Judaicos. Coordenadora da Comissão Instaladora do Museu Judaico e membro da coordenação do Itinerário Europeu do Património Judaico, sendo cofundadora da Associação Universos, Associação para o Diálogo Inter-Religioso e do Fórum Abraâmico de Portugal. 

Outro livro da escritora




terça-feira, 8 de maio de 2012

Manta de Histórias é o Cantinho da Semana no Blogue Tertúlias à Lareira

O Cantinho da Semana é uma rubrica do Blogue Tertúlias à Lareira, que todas as terças-feiras dá a conhecer um novo blogue. É uma excelente rubrica pois dá a conhecer aos seus seguidores e visitantes um cantinho até então desconhecido para muitos. Esta semana o cantinho divulgado é o meu querido Manta de Histórias. Para poderem ler a entrevista basta clicar aqui


Aqui fica o selinho oferecido pelo Tertúlias à Lareira. Obrigada :)


O Monstro de Florença de Douglas Preston e Mario Spezi - Editorial Presença [Novidade]

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 526
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722348362
Coleção: Grandes Narrativas
P.V.P.: 17,90 €

Considerado o melhor livro do ano pela amazon.com

Um retrato verdadeiro sobre a mais sombria mente humana

Sinopse
Em 2000, Douglas Preston mudou-se para uma pequena villa nas colinas a sul de Florença. Um amigo apresentou-o a Mario Spezi, um repórter criminal lendário que conhecia a fundo a polícia, e foi a partir desse encontro que Preston soube dos crimes do Monstro de Florença. Profundamente intrigado com esta série de duplos homicídios que se desenrolaram entre os anos 70 e 80 e tiveram como vítimas casais enamorados abatidos em momentos românticos, Preston inicia com Spezi uma investigação por conta própria que os levará aos meandros mais bizarros da mente criminosa e da incompetência policial. O Monstro de Florença é um relato verdadeiro e absolutamente fascinante.

Douglas Preston é um jornalista e autor de romances policiais norte-americano. Trabalhou para o Museu Americano de História Natural como escritor e coordenador editorial e ensinou escrita criativa na Universidade de Princeton. Escreveu artigos para diversas publicações – The New Yorker, Natural History, Travel & Leisure e National Geographic, entre outras.

Mario Spezi é um conceituado jornalista italiano especializado na área criminal. Foi responsável pela cobertura jornalística dos casos mais importantes do crime italiano, incluindo aqueles que envolveram ações terrorista e a Máfia. Investiga o caso do Monstro de Florença, que ele próprio batizou com este epíteto, desde o início. É autor de diversas obras de ficção e de não-ficção.